Garantindo que o equipamento médico esteja pronto para o COVID-19

Para muitos hospitais, 26 de janeiro de 2020 parecia um dia comum. Mas para um Hospital em São Paulo – SP, eles estavam no meio da confirmação do primeiro caso de COVID-19 (o novo coronavírus) nos Brasil.

Nos meses seguintes, ficou claro que o sistema hospitalar do Brasil precisava de reforços.

Hoje, os hospitais estão trabalhando incansavelmente para se preparar para um afluxo sem precedentes de pacientes, o vírus está continuamente sobrecarregando os hospitais brasileiros.

Garantindo que o equipamento médico esteja pronto para o COVID-19

A preparação necessária para um aumento de pacientes durante um surto é extensa. Desde a alavancagem dos serviços de sistemas de saúde até a alteração dos procedimentos de triagem a marcação de consultas, os hospitais estão se movendo rapidamente para se adaptar às necessidades dos pacientes durante a pandemia de coronavírus.

Outro ponto importante, mas às vezes esquecido, para garantir que os hospitais estejam prontos para um fluxo de pacientes se resume ao gerenciamento de equipamentos médicos.

Estabelecendo metodicamente o equipamento, avaliando se está em condições de funcionamento e disponível para uso durante o surto de COVID-19, dessa forma os hospitais podem promover eficiência no atendimento ao paciente. No entanto, se eles encobrirem essa etapa crítica, os hospitais colocam a vida do paciente em risco.

O papel crítico do gerenciamento de equipamentos clínicos durante o surto de COVID-19

O equipamento médico é sempre essencial para o atendimento, seja uma bomba intravenosa, um tomógrafo ou o ventilador. Todos os dias, este equipamento permite que os médicos diagnostiquem, tratem e gerenciem condições médicas.

Durante uma pandemia, o equipamento gerenciado com eficácia permite que os médicos cuidem dos pacientes rapidamente – sem atrasos com risco de vida causados ​​por equipamentos quebrados ou ausentes. Além disso, é necessário uma equipe de Engenharia Clínica capacitada para garantir que o equipamento seja confiável, limpo e seguro para o uso.

Garantir que o equipamento clínico esteja funcionando

Os profissionais de saúde precisam ter confiança de que o equipamento estará pronto para uso e funcionando plenamente. O equipamento quebrado é inibidor de assistência – e coloca o paciente em risco, especialmente durante uma pandemia.

Considere a falta de ventiladores pulmonar, por exemplo. Essas máquinas são indispensáveis ​​no atendimento a pacientes com COVID-19 e, como já existe uma escassez, os hospitais não podem ter um ventilador fora de serviço. Se apenas um deles estiver quebrado por ser mal gerenciamento, pode custar a vida de um paciente – uma vida que poderia ter sido salva.

Garantir que o equipamento clínico seja adequadamente limpo

O equipamento clínico também é fornecido com procedimentos de limpeza rigorosos, essenciais para prevenir a infecção. Um estudo recente descobriu que o novo coronavírus pode sobreviver até 3 dias em plástico e aço inoxidável, ambos comumente encontrados em equipamentos médicos.

Limpeza correta de equipamentos médicos.

Sem a limpeza adequada do equipamento, os pacientes podem procurar atendimento pelo COVID-19 – e acabar com uma infecção associada à saúde.

Os profissionais de engenharia clínica auxiliam aqueles que limpam o equipamento a entender quais desinfetantes podem e devem ser usados, como limpar o equipamento com eficiência e como evitar danificá-lo durante o processo de limpeza.

Garantir que o gerenciamento do equipamento médico esteja em conformidade durante uma pandemia

Todos os anos, o gerenciamento de equipamentos médicos aumenta em complexidade. À medida que o equipamento se torna mais sofisticado e especializado, os engenheiros clínicos treinados se tornam a espinha dorsal da manutenção de equipamentos.

Os programas de gerenciamento de equipamentos médicos aprimoram a eficiência hospitalar há anos. Hoje é possível se basear no tempo, preditivos, condições e evidências, além de controlar o inventário de equipamentos para garantir que o equipamento certo esteja disponível quando necessário.

Para realizar esse procedimento, as equipes de gerenciamento de equipamentos clínicos devem realizar verificações frequentes e completas do inventário, incluindo fatores como:

  • Número do fabricante e do ativo;
  • Função;
  • Disponibilidade de equipamento alternativo;
  • Frequência, causa e consequência da falha;
  • Tempo de inatividade e custo de reparo;
  • Tipo de manutenção (como preventiva ou corretiva);
  • Número de erros de uso.

Essa lista não é completa, a quantidade de dados coletados para garantir que o equipamento clínico esteja pronto para qualquer coisa, incluindo o surto de COVID-19, é extensa.

A manutenção adequada do equipamento médico economiza dinheiro, melhora a eficiência e, o mais importante, prepara uma instalação para atender todos os pacientes que necessitam de atendimento médico.

Você tem dúvidas sobre como preparar seu equipamento médico para o influxo de pacientes com COVID-19?

Conheça a RKP Engenharia Clínica  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ÚLTIMOS POSTS

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas.
👋 Olá, como posso ajudar?